Inicial >> Notícias e eventos >> 6 de Abril de 2022

Tese do LTM é indicada para representar o PEMM no Prêmio CAPES de Teses 2022

A tese de doutorado de Pedro Porto Silva Cavalcanti, intitulada “Modelagem da fratura e fragmentação de pelotas queimadas de minério de ferro” e orientada pelo Prof. Luís Marcelo Tavares foi escolhida pela comissão de pós-graduação do PEMM para representar o Programa na Edição 2022 Edital No. 11/2022 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES). Essa é a terceira vez que um doutor formado no LTM foi escolhido para representar o PEMM na premiação: Gabriel K.P. Barrios em 2016 e Rodrigo M. de Carvalho em 2014, tendo o Rodrigo recebido a menção honrosa na área de Engenharias II (Minas/Metalúrgica/Materiais/Química e Nuclear).
 

A tese, defendida em 2021, tratou da degradação mecânica de pelotas queimadas de minério de ferro, a qual tem impactos econômicos e ambientais. Nela foi desenvolvido um modelo matemático da degradação de pelotas, o qual é capaz de descrever quantitativamente os diferentes mecanismos de quebra, tendo sido amplamente validado. Foi demonstrado que pelotas são mais resistentes ao impacto que à compressão lenta, e que a proporção de pelotas quebradas depende da sequência de eventos de impacto. A partir desse modelo e de simulações de CFD foi possível estimar a emissão por arraste eólico de pilhas de pelotas.
 

A tese foi desenvolvida como parte de um convênio de cooperação científica e tecnológica entre a UFRJ e a Vale. Pedro iniciou sua pesquisa como aluno de pós-graduação envolvido no projeto, terminando-a já como funcionário da NewSteel, mais tarde absorvida pela VALE. Atualmente é gerente industrial do Centro Tecnológico de Soluções Sustentáveis da VALE, localizado em Xerém (RJ). Além do importante apoio da empresa, a pesquisa de tese também contou com o fundamental aporte de conhecimento do Prof. Rodrigo Carvalho e do pesquisador pós-doutor H. Andrés Petit.

Eu.jpeg